sábado, 12 de abril de 2014

Salgado Maromba

Imagine um salgado que você possa comer quando estiver de dieta. Quando não puder consumir farinha, ovos ou leite. Algo que alimente e seja, ao mesmo tempo, saboroso, nutritivo e cheio de proteína. Incrível, mas existe, olha ele aí:

[clique para ampliar]

A base desse salgado é o peito de frango + 01 tipo de legume à sua escolha. Faca várias porcões e mantenha no freezer. Depois, é só aquecer no microondas. Vamos à receita:

01 kilo de peito de frango sem osso;
500gr do legume escolhido (usei batata-doce, mas pode ser brócolis, cenoura, chuchu, etc.
Temperos à sua escolha (usei cebola picada, pimenta-do-reino, alho e caldo de legumes 0% gordura) 

Ferva água e sal numa panela larga. Junte os filés de frango, o legume escolhido e os temperos, até ficarem cozidos. (reserve a água para uma sopa, por exemplo). Coloque-os numa peneira, até escorrer todo o caldo. 

 [clique para ampliar]
[clique para ampliar]

Bata no processador ou liquidificador o frango e o legume. O resultado é a massa que você vê nas figuras acima. Ela é bastante maleável, abra e recheie a gosto, eu coloquei mussarela picada, mas poderia ser legumes refogados, atum desfiado, queijo branco, tomate picadinho. O importante é que o recheio seja bem seco para não vazar.

 [clique para ampliar]
[clique para ampliar]

Se preferir, passe os bolinhos na clara de ovo e empane com farelo de trigo ou de aveia. Eu apenas pincelei com gema pra ficar mais coradinho. Leve ao forno preaquecido por 20'.

DICAS:

Pesquise o tipo de alimento que você pode consumir antes de fazê-lo. Adeque o recheio e o legume, varie pra não ficar enjoativo, mantenha congelado  até o momento de consumir.

  [clique para ampliar]


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Barrinha de Cereais

[clique para ampliar]

Fiz essas barrinhas (bolinhas), a pedido da minha filha. Ficou úmida e bem pedacuda, e dura um tempão na geladeira. Acompanha bem frutas e queijos no café da manhã. Se quiser levar na bolsa, aconselho enrolar em papel celofane ou alumínio. Eu deixo num pote bem tampado, tiro porcões com uma colher, e enrolo como bolinhas porque acho que fica mais fofo.

1/2 xícara (chá) de mel
100 gr de manteiga ou margarina
01 xícara de aveia em flocos
1/2 xícara (chá) de gergelim preto
1/2 xícara (chá) de linhaca dourada
1/2 xícara (chá) de nozes picadas
1/2 xícara (chá) de castanhas-do-pará ou amendoim picados
1/2 xícara (chá) de uvas passas escuras
1/2 xícara (chá) de uvas passas claras
01 colher (sopa) de levedo de cerveja

Há duas formas de fazer: colocar tudo numa panela e mexer sem parar até desgrudar do fundo da panela, ou misturar bem e colocar numa assadeira forrada com papel alumínio untado, e assar em forno médio por 30'. Se ficar seco, acrescente 01 colher (sopa) de mel, e se ficar úmido demais, acrescente aveia até obter o ponto desejado.

Se preferir acúcar ou adocante no lugar do mel, aumente a quantidade de manteiga ou margarina. Mas acerte o ponto aos poucos. Rende MUITO!

OBS.: se preferir, acrescente frutas desidratadas bem picadinhas, como banana, goiaba, macã, mamão papaya, ou coco ralado.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Torta de Palmito e Camarão

[clique para ampliar]
 
 [clique para ampliar]
[clique para ampliar]

Testei essa receita de massa de torta que peguei nesse site, e confesso que não ficou tão gostosa quanto eu imaginava. Gosto da massa podre, e essa não ficou tão crocante. É gostosa, mas não é especial. Porém, o recheio caprichado, que fiz à minha moda, compensou o resultado, e a torta finou-se numa única sentada. Na próxima, vou usar a receita da minha mãe, que fica fantástica!

Essa é a receita original, mas substituí o iogurte por leite integral:

Para a massa:
Farinha de trigo, 2 xícaras (chá)
Manteiga ou margarina, 150 g 
Iogurte natural, 200 g 
Sal, 1 colher (chá) 
Gema, 1 para a receita e 1 para pincelar

Misture todos os ingredientes e deixe descansar por 10`. Ela não explicou se precisa descansar na geladeira, a achei 10`muito pouco. Mas segui à risca.

Fiz o recheio assim: refoguei o palmito picado em alho e cebola, acrescentei pimenta-do-reino, sal, temperinhos verdes e abaixei o fogo, até ficar macio. Acrescentei 01 pacote de camarões pequenos, pré-cozidos e descascados, que cortei em pedaços menores. Camarão não pode cozinhar demais, porque fica duro, então, sempre que for usá-lo, refogue rapidamente, ou coloque por último na receita. Depois de pronto, acrescentei 01 xícara (chá) de leite integral, com 1 1/2 colher (sopa) de farinha de trigo dissolvida, mexi até engrossar, e acertei o sal. Deixei esfriar.

Na receita do site, após abrir metade da massa numa assadeira, coloca-se o recheio já frio, cobre-se com a outra metade da massa, e pincela-se com a gema batida. Forno preaquecido por 35`. EU assaria rapidamente o fundo da torta primeiro, pra depois colocar o recheio, cobrir, pincelar e assar. Acredito que esse detalhe fez a diferença, por isso ficou mais macia do que crocante. Experimente as duas possibilidades.

OBS.: Opcões de recheio: frango com catupiry/requeijão - frios - linguiça picada com tomate e parmesão - atum com requeijão e parmesão - legumes na manteiga - creme de milho com bacon - carne moída com batata - carne desfiada com pimentão

Bolinhos de Carne Moída e Ovos de Codorna - BOLOVINHOS


 [clique para ampliar]

Gosto mais de carne moída do que de picanha, de bife acebolado, de carne de panela. Do recheio do pastel à sopa, tudo fica gostoso com ela.
Fiz esses bolinhos inspirada na bandeja de ovos de codorna que olhavam pra mim toda vez que eu abria a geladeira. Muito simples, e o resultado é sensacional. Quem faz dieta à base de proteína pode consumir sem susto.
Temperei 600 gr de carne moída com cebola picadinha, alho, pimenta-do-reino, manjericão seco, 01 colher (café) de tempero completo, e 01 colher (sopa) bem cheia de requeijão light. SE precisar, acrescente 01 colher (sopa) de farelo de aveia para dar o ponto de enrolar. Cozinhe e descasque os ovos de codorna, e recheie pequenas porcões de carne com o ovinho inteiro. Forme bolinhas.

 [clique para ampliar]
[clique para ampliar]

Passe cada bolinha no farelo de trigo ou de aveia, depois no ovo batido, e novamente no farelo. Você pode fritar, mas eu assei no forno por 35 minutos, em forma revestida com papel alumínio e untada com azeite, da seguinte forma: 15 minutos com a assadeira coberta por papel alumínio, 10 minutos sem o alumínio, e mais 10 minutos depois de virar os bolinhos. Com o que sobrou de carne, fiz croquetinhos sem recheio, como mostra a foto.

[clique para ampliar]

A casca mais clara é da farelo de aveia, e a mais escura, do farelo de trigo

OBS.: Se preferir, cubra as bolinhas com mussarela e molho de tomates, para uma parmegiana.




segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Mais do mesmo


  [clique para ampliar]

Mais exemplos de docinhos com gelatina, o de cima com geléia de amora inclusa, e o segundo, todo batido com o creme de leite, meio a meio. Enjoy, use a criatividade!

Sopa de Espinafre

[clique para ampliar]

Dias em que você só quer uma sopinha pra esquentar... Eu amo espinafre e batata, juntei os dois e o resultado foi essa delícia, tão gostosa quanto simples:

01 maco de espinafre
04 batatas médias
sal a gosto
1/2 xícara (chá) de leite
caldo de legumes em cubinho (utilize só metade)
1/2 maco de salsinha
pimenta-do-reino branca moída
orégano (opcional)

Cozinhe as batatas em rodelas e sem casca, em água e sal. Junte o espinafre picado e o leite. Acrescente o caldo de legumes e temperos a gosto. Deixe cozinhar 15 minutos. Leve ao liquidificador, junte a salsinha, e bata até obter um creme homogêneo. Acerte o sal e sirva a seguir. Mandioca frita em toletinhos acompanhou super bem.

Flan Olho de Sogra

[clique para ampliar]

Estou agora com essa mania de fazer sobremesa em porcões individuais, fico procurando opções diferentes pra provar. Essa aqui foi invenção para o almoço de domingo. Confesso pra vocês que adoro livros de culinária, mas tenho uma certa birra de ficar medindo ingredientes, e seguindo à risca as recomendações e passo-a-passo. Então invento e faco do meu jeito. Nem sempre dá certo. Essa receita é muito simples, use uma receita de flan de coco, manjar ou pudim de maria-mole que você já conheça, e distribua em forminhas individuais. Habitue-se a untar levemente com óleo, facilita muito na hora de desenformar.

[clique para ampliar]

Prepare a cocada de gemas:  ferva 01 xícara (chá) de água, e junte 1/2 xícara (chá) de acúcar. Deixe engrossar até o ponto de calda e abaixe o fogo para não acucarar. À parte, bata 02 gemas como para omelete, e jogue dentro da calda, mexendo sempre. As gemas cozinham no açúcar, e formam pequenos grumos, como se fosse coco em flocos. Escorra e empregue sobre os docinhos já desenformados. Sobre cada um, coloque uma ameixa e um pouco de sua calda. Sirva a seguir.

OBS.: Eu não gosto de coco ralado, mas vc pode adicionar  às gemas, para obter uma calda mais encorpada. 

Balas de Gelatina

[clique para ampliar]

Delícia de balinha, perfeita pra matar a fome de doce ou para colocar na lancheira dos pequenos. Dukanianas podem consumir sem susto, EBA!

150ml de água fervente
05 colheres (sopa) de água fria
01 pacote de gelatina light no sabor de sua preferência
01 pacote de gelatina incolor em pó


[clique para ampliar]

Hidrate a gelatina incolor na água fria, e depois leve ao microondas por 15", ou em banho-maria até ficar líquida e transparente. Reserve.
Dissolva a gelatina no sabor de sua preferência na água fervente e mexa bem até dissolver. Junte então a gelatina incolor diluída. Mexa bem e coloque em forminhas de sua preferência. Em meia hora estão prontas!

OBS.: dá pra deixar fora da geladeira!



domingo, 3 de novembro de 2013

Bolo Integral de Banana e Chocolate

[clique para ampliar]

SIM! FICOU TÃO GOSTOSO QUANTO PARECE!

[clique para ampliar]

Eu tenho um fraco por banana. Doce, salgados, bolos, in natura, com Sucrilhos. Compro só da nanica, e assim que amadurece, já uso. Começou a ficar pintadinha eu já descarto e vira doce.
Aqui, usei a receita do tradicional bolo de banana, mas usei farinhas integrais, adoçante forno & fogão e chocolate sem açúcar. Vou repetir a receita, porque adoramos o resultado, até minha cunhada levou um pedaço pra casa. Encorpado, aromático e delicioso!

03 ovos
01 xícara (chá) de farelo de trigo
01 xícara (chá) de farinha de trigo integral
04 bananas
05 colheres (sopa) de adoçante forno & fogão
01 colher (chá) de essência de baunilha
01 colher (chá) de canela em pó
02 colheres (sopa) de chocolate em pó sem açúcar (se preferir, use o Achocolatado Gold sem açúcar)
01 colher (sopa) rasa de fermento em pó
01 xícara (chá) de leite desnatado ou se preferir, substitua por água
1/2 xícara (chá) de óleo de sua preferência (com azeite extravirgem fica ótimo!)
01 colher (sopa) de manteiga ou margarina

Bata no liquidificador 03 bananas, os ovos, 04 colheres do adoçante, a baunilha, a canela, o leite OU água e o óleo. Coloque essa mistura numa tigela, e acrescente, aos poucos, as farinhas. Por último, o fermento. Coloque a massa em assadeira untada e asse em forno preaquecido por 35'.

Prepare a calda de açúcar e a banana caramelada: leve 01 xícara (chá) de água ao fogo, numa frigideira antiaderente. Quando ferver, acrescente o adoçante que sobrou e mexa de vez em quando até engrossar levemente. Acrescente a banana que sobrou, em rodelas, e deixe caramelar levemente. Molhe o bolo com essa calda e reserve a banana.

Prepare a cobertura de chocolate: leve a manteiga ou margarina ao fogo junto com o chocolate em pó, 01 xícara (café) de leite desnatado e adoçante a gosto, e mexa até engrossar. Cubra o bolo com ela e decore com a banana caramelada em rodelas.

OBS.: Como toda receita que leva farinha integral, a massa costuma ressecar mais rapidamente do que as massas com farinha branca. Crie o hábito de utilizar caldas que mantenham sua umidade, mantenha fora da geladeira, e sempre cobertos. Eu uso potes do tipo Tupperware.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Torta de Liquidificador Integral de Linguiça e Legumes

 [clique para ampliar]

Quem não conhece uma receita de torta de liquidificador? Simples, deliciosa, e cheia de recheio, combina com qualquer paladar, e em qualquer refeição. Dando segmento à nossa opção por uma comidinha mais saudável, lá fui eu testar a receita usando as farinhas integrais e o sal light. Linguiça é um item que não entra em dieta nenhuma, mas é o que eu tinha em casa, e falando muito honestamente pra vocês, eu adoro! Sou do tipo que vai num churrasco pensando na linguiça com farofa. Hummmmm. A receita é muito simples, dá pra fazer usando uma assadeira retangular ou redonda, de tamanho médio. Usei forminhas individuais de silicone, pensando nas porcões individuais. Gabes sempre quer levar um lanchinho para a faculdade.


[clique para ampliar]

Olha que massa mais linda! Não grudou e deu pra desenformar perfeitamente! *~~~~*

03 ovos
1/2 xícara (chá) de óleo de soja, canola ou girassol - uso um pouco menos
01 xícara (chá) de leite desnatado
01 xícara (chá) de água
01 colher (sopa) rasa de fermento em pó
02 colheres (sopa) de farelo de trigo
02 colheres (sopa) de farelo de aveia
04 colheres (sopa) de farinha de trigo integral
01 pacote pequeno de queijo parmesão ralado (reserve um pouco para polvilhar a massa)
1/2 cebola média
1/2 lata de ervilhas
01 linguica defumada, cortada em cubinhos
1/2 pacotinho de caldo de legumes em pó 0% de gordura
1 cenoura grande cortada em cubos
1/2 maco de brócolis cortado em buquês
01 tirinha de pimentão verde picadinho
temperos e sal a gosto

No liquidificador, coloque os ovos, o leite, a água, o óleo, a cebola, o caldo de legumes, o queijo ralado, pouco sal, e bata até obter um líquido homogêneo. acrescente, aos poucos, as farinhas, e por último, o fermento. Coloque essa mistura em uma forma untada, ou forminhas individuais. Passei um pouquinho de óleo nas de silicone. Sobre a massa, coloque a linguiça, a cenoura, o brócolis, as ervilhas e o restinho do queijo ralado. Leve ao forno preaquecido e asse até dourar. Sirva quente ou fria.

OBS.: Substitua as farinhas integrais por 08 colheres (sopa) de farinha de trigo branca. Substitua os legumes pelos de sua preferência. Acrescente queijos diferentes, atum ou carne moída refogada. Ou frios picados. Bata espinafre na massa,  para uma coloração diferente. Qualquer recheio fica uma delícia!

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Bolinhos de Chuva


[clique para ampliar]

Pela primeira vez, testei os bolinhos de chuva com uma cobertura diferente do tradicional açúcar e canela. Imaginei os papos de anjo embebidos em calda, que eu adoro, e imaginei que desta forma, com mel e anis, os bolinhos ficariam divinos. ACERTEI! *___*
O modo de fazer é o mesmo, como na receita abaixo. Depois de escorridos da fritura, é derramar a calda por cima. Pra variar, o chá preto foi a melhor companhia.


[clique para ampliar]

1/2 xícara (chá) de leite
02 ovos
1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
01 colher (café) de essência de baunilha
01 colher (sobremesa) de fermento em pó
Açúcar e canela para polvilhar
Óleo para fritar

Misture todos os ingredientes, sendo o fermento por último, até obter uma massa cremosa. Se ficar líquida, acrescente 01 colher (sopa) de farinha de trigo, se ficar dura, acrescente um pouco de leite. Coloque o óleo numa frigideira funda e deixe aquecer em fogo alto. Teste a temperatura colocando um pouquinho da massa para fritar. Assim que estiverem dourando, abaixe o fogo na temperatura mais baixa, e mantenha assim até terminar a fritura. Coloque a massa às colheradas, deixe corar de um lado, depois vire delicadamente. Escorra em papel toalha e polvilhe com a mistura de açúcar e canela ou com a calda.

OBS.: Observe a temperatura correta. Se esquentar demais, eles escurecem, e ficam crus por dentro.

Calda de mel e anis estrelado:
1/2 xícara (chá) de mel puro de sua preferência
02 estrelas de anis estrelado

Aqueça o mel, sem deixar ferver. Acrescente o anis estrelado, e deixe curtir por 15 minutos. sirva sobre os bolinhos.





Peito de Frango com Ervilhas

[clique para ampliar]

600 gr de peito de frango em cubos grandes
1/2 cebola picadinha
01 dente de alho grande, amassado
Suco de 1/2 limão
Pimenta-do-reino a gosto
3 colheres (sopa) de óleo (usei o de soja
01 lata de ervilhas em conserva - prefiro frescas, mas eu não tinha
Sal a gosto
Shoyo para dourar o frango, o quanto baste

Tempere o frango com cebola, alho, suco de limão, sal e pimenta-do-reino, e deixe tomar gosto por, pelo menos 1 hora. Deixei de um dia para o outro. Aqueça o óleo numa panela funda (usei a wok), e coloque aí os pedacos de frango, em fogo baixo. Inicialmente, tampe a panela, para que ele cozinhe em seu próprio caldo. Depois destampe, acrescente um pouco de shoyo, e revolva levemente, para que dourem por igual. Cinco minutos antes de desligar o fogo, acrescente as ervilhas, mexa um pouco, acerte o sal e sirva.

Cotidiano

 
 
 
[clique para ampliar]

Parfait de Gelatina de Uva

[clique para ampliar]

Lindo, né? Menos de meia hora pra fazer. 06 ingredientes. Sem acúcar. Leve. Saudável. Precisa de mais motivos pra correr pra cozinha? =D
Ganhamos, certa vez várias latinhas de Cappuccino Nestlé com Chocolate Alpino, que vinha numa pequena embalagem plástica, presa à latinha. As latas se foram, as embalagens plásticas ficaram. Tenho a mania de guardar embalagens diferentes e usá-las para dar um acabamento diferente a meus pratos. Mas isso é outra conversa, que vai render um post com exemplos de tudo o que uso na cozinha. Pois bem, resolvi usá-los hoje, e surgiu esse docinho incrível e impactante. Anote a receita:

01 caixinha de gelatina diet no sabor que você preferir - usei a de uva
01 embalagem de gelatina em pó sem sabor
250 ml de água fervente, mais 05 colheres de sopa de água fria para hidratar a gelatina incolor
01 caixinha pequena de creme de leite (200ml) - se preferir use o light. Se estiver na fase de #Ataque na #DietaDukan, substitua por leite desnatado ou iogurte desnatado 0% de gordura
1/2 caixinha (use como medida a do creme de leite) de leite integral ou desnatado
Frutas para decorar

[clique para ampliar]

Dissolva a gelatina incolor em 05 colheres (sopa) de água fria, e deixe hidratar. Leve ao banho-maria ou microondas, e aqueca sem deixar ferver. Coloque no copo do liquidificador metade da caixinha de creme de leite (100ml), e 100ml de leite. Junte a gelatina incolor, mas reserve 01 colher (sopa) para acrescentar na outra gelatina. Bata bem e reserve.

Numa tigela, dissolva a gelatina diet em 250ml de água fervente. Dessa mistura, tire 02 colheres (sopa) para cada potinho que você for usar (usei 05), para formar a parte de cima do doce. Leve ao freezer por 7 minutos e tire. Coloque então uma camada do creme branco, e leve novamente ao freezer (10 minutos). Por último, acrescente a gelatina incolor reservada à gelatina de uva, mais o restante do creme de leite, e bata no liquidificador. Tire o doce do freezer, e coloque a última camada. Deixei 30 minutos, e depois passei para a geladeira. Na hora de servir, desenforme passando uma faca molhada na borda, e passando um pano de prato umedecido em água quente no fundo da forminha, para soltar sem quebrar. Decore com frutas a gosto.

Obs.: Faca em copos transparentes, fica lindo!
         Use cores diferentes e contrastantes de gelatina.
         Use forminhas de silicone que facilitam na hora de desenformar.

domingo, 27 de outubro de 2013

Suflê de Chuchu


[clique para ampliar]

Sabe aqueles pratos feitos no susto? Esse foi um deles. Gabes me pediu um Suflê de Chuchu. Eu já tinha comido de outros sabores, mas nunca fiz, por total falta de curiosidade no prato. Procurei em meus sites preferidos, mas confesso que fiquei desmotivada com o passo-a-passo informado, achei muito detalhe para um prato que parecia ser tão simples. Toda receita com muitos pormenores me irritam, acabo passando o rolo de macarrão na bíblia interminável, e finalizo do meu jeito. E quase sempre fica boa, como nesse caso. O suflê fica levíssimo e delicioso. Eu fiz assim:

02 chuchus grandes cozidos em água e sal
01 pacote de queijo parmesão ralado
02 ovos - gemas separadas e claras em neve
01 colher (sopa) de amido de milho bem cheia
01 colher (sopa) de margarina
1 1/2 xícara (chá) de leite
01 colher (sobremesa) de fermento em pó
pimenta-do-reino a gosto
sal a gosto
1/2 dente de alho grande

[clique para ampliar]

Leve ao liquidificador o chuchu em pedaços, o queijo, as gemas, o leite, o fermento, a margarina, o amido, o alho, o sal e a pimenta-do-reino e bata até obter uma massa homogênea. Coloque a mistura numa tigela, e acrescente as claras em neve, incorporando delicadamente. Coloque em refratário untado (usei potes de cerâmica), polvilhe mais queijo ralado, e leve ao forno preaquecido até crescer e dourar. Sirva imediatamente.

OBS.: Troque o chuchu por abóbora cozida, batata, cenoura, presunto moído, queijos diversos. Use temperos verdes, tomilho, alecrim para dar um sabor diferente.

sábado, 26 de outubro de 2013

Sopa Verde

[clique para ampliar]

Eu e Gabes somos as rainhas da sopa. Se eu fizer todos os dias, igualmente comeremos com o mesmo prazer. Essa sopinha foi providencial, para aproveitar o que eu tinha na geladeira, que não era muita coisa, e também porque... bom, eu ADORO alimentos verdes: sucos, sopas, refogados. Depois vou postar um suco delicioso de salsinha, que fez parte da minha infância, e eu amo! A receita rendeu 1,5 litros de sopa, e nós tomamos TODA a tigela numa sentada hahahahahahahaha

01 maco de espinafre
02 chuchus
02 folhas de couve manteiga
01 litro de caldo de legumes (fiz a partir do caldo em pó 0% de gordura, porque não tinha caldo caseiro - faca com ele, fica muito mais gostoso
Sal a gosto - eu não coloquei, porque o caldo em pó foi suficiente
Salsinha e cebolinha a gosto
01 pitada de mix de pimenta-do-reino

Numa panela larga, coloque o caldo de legumes e espere esquentar bem. Enquanto isso, pique todos os ingredientes verdes. Coloque no caldo e deixe ferver 15 minutos, ou até que tenham ficado macios. Leve essa mistura ao liquidificador, e bata COM CUIDADO, PORQUE ESTÁ QUENTE! Conheco casos de pessoas que se queimaram feio, porque a tampa voou com o calor dos alimentos.
Coloque o caldo numa tigela ou sopeira, acerte o sal, acrescente um pouquinho de pimenta-do-reino. Enjoy.

OBS.: se quiser uma sopa mais consistente, acrescente 02 batatas à fervura e prossiga como na receita original. Sirva com torradas, croutons, polvilhe parmesão ralado, ou beba na xícara, como eu gosto de fazer. Essa sopa é altamente revigorante, AMO!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Mousse de Caqui

[clique para ampliar]

Caqui é uma fruta de que sempre gostei. Aqui em casa, meus filhos não gostam, então preciso comprar em pouca quantidade, senão corre o risco de ir para o lixo, se eu não comer. Comprei quatro frutas no sacolão, os dias se passaram, elas chegaram ao ponto, e eu não tinha comido ainda. Aí calhou de ir viajar para a casa de minha mãe. Olhei com pena para aquelas delicias, e pensei imediatamente em congelar, e foi o que fiz.
Dias depois, já de volta a SP, tive um surto de vontade nível extreme, de comer um doce DOCE. Com acúcar, leite condensado, fruta, geladinho... hummmm... Me lembrei dos caquis!
Tirei as frutas do freezer, e deixei descongelarem levemente. Estavam tão perfeitas, que nem tirei a casca. Levei ao copo do liquidificador, e os transformei em purê. Juntei a ele 01 lata de creme de leite e 01 de leite condensado. Coloquei a mistura em tacas, e sobre elas, uma colher (cafe) de xarope de romã. Decorei com um anis estrelado. E devorei 03 tacas de uma vez. DELÍCIA!!!
  
[clique para ampliar]

Tenho certeza de que muitos leitores vão tentar descobrir a lógica de um Blog que posta, tudo ao mesmo tempo e misturado, receitas low fat, gordices, e etc. Simples, amigos: sou contra radicalismos. Aposto na alimentação saudável, mas não concordo com extremistas que não fogem da dieta nem sob tortura. Acho isso de uma chatice sem tamanho. Tudo o que é exagerado, eu deixo de lado. Então, nos dias em que acordo com a pá virada, como de tudo: chocolate, leite integral, bacon, sanduíches, frituras, sorvete, biscoitos doces, cappuccino, Coca-Cola, cerveja. Sem culpa. sem paranóia. Eu GOSTO dessas coisas, apenas opto por alternativas mais saudáveis porque prezo a minha saúde. Não pretendo ser uma velhota cheia de dores, de doenças, e de remédios infinitos na bolsa. Desde que voltei para a academia, treino todos os dias, e a minha tônica é o bem-estar. Começou a me incomodar, paro, e vou pra casa. No Instagram, sigo muita gente de Fitness, gente que faz dieta o tempo todo. Bicho, o radicalismo é tão extremo, que fulano não sabe falar de outra coisa. Coisa chata! E o extremismo é f..., com o perdão da expressão. Alguém fala que a canela é um termogênico, nego coloca nos alimentos com colher de sopa. Dizem que o chá verde é excelente, vira um balde de 05 litros. Sério, galera, não tenho saco não. O que tenho a dizer em relação a isso, é que a vida é uma só. Aproveito todos os dias, fazendo na maior parte do dia, só aquilo o que gosto. Cuido da minha casa, cuido de meus filhos, de meus gatos. Pinto, desenho, passo horas criando novas receitas, equilibrando itens, tuíto, tiro muitas e muitas fotos, escrevo meus contos, trabalho, leio, assisto desenhos, faco artesanato, cuido das plantas, amo. Não preciso de nada muito além do que já tenho. Vivo feliz a maior parte do tempo.


Panquecas Dukan de Frango e Requeijao

b
[clique para ampliar]

Pegando carona no post anterior, vou postar essa delicia de receita para um almoco leve e substancioso.

01 receita de panquecas Dukan (vide post anterior)
01 peito de frango cozido em agua, sal e temperos a gosto - desfie bem
01 copo de requeijao 0% de gordura
03 tomates batidos no liquidificador sem as sementes
Queijo frescal light Polenghi
Temperos verdes a gosto
Sal a gosto
Pimenta-do-reino

[clique para ampliar]

Preaqueca o forno. Desfie bem o frango, e misture ao requeijao. Recheie cada panqueca e coloque em refratario untado levemente com azeite. Reserve.
Tempere os tomates com sal, pimenta-do-reino e temperos verdes. Fatie o queijo finamente, e cubra as panquecas com ele. Cubra com o molho de tomates, e leve ao forno ate derreter o queijo.
Sirva quente, com salada verde.

Panquecas Dukan

[clique para ampliar]

"Esta panqueca é repleta de fibras solúveis. Inúmeras pesquisas recentes provaram que as fibras solúveis, quando impregnadas de água, formam um gel no tubo digestivo. Os nutrientes são "enganados"e algumas calorias são levadas com o gel na eliminacão das fezes." (Dukan, Pierre - O método Dukan ilustrado - Eu não consigo emagrecer - Editora Best Seller)

Essas panquecas são deliciosas, e viraram item básico de café da manhã para mim e para Gabi. O Victor continua com seu pãozinho na chapa. Além de saborosas, elas sustentam muito, e não é raro que eu chegue à hora do almoco sem fome nenhuma. Vou postar a receita original, como no livro do Dr. Dukan, mas já experimentei variacões, trocando o requeijão cremoso por leite desnatado, iogurte desnatado, creme de ricota, e cottage. Todas ficaram boas.

[clique para ampliar]

01 colher (sopa) de farelo de trigo
02 colheres (sopa) de farelo de aveia (continuo usando 1 1/2 colheres)
01 ovo ou apenas 01 clara
01 colher (sopa) de requeijão cremoso 0% de gordura

Misture todos os ingredientes, e prepare as panquecas em uma frigideira antiaderente, sem adicão de gordura. Se a sua frigideira não for, adicione uma gota de óleo, e espalhe na frigideira com uma toalha de papel. Sirva com o recheio de sua preferência. Rende 3 panquecas finas, mas você pode fazê-las mais grossinhas.

OBS.: Eu sempre vario os recheios: creme de ricota, cottage, peito de peru, queijos variados, geléia, banana amassada, omelete... O sabor é versátil, e combina com tudo!

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Biscoitos de Parmesao e Bacon

[clique para ampliar]

A idéia era fazer um tira-gosto que meu lindo BIERCOOL pudesse degustar com suas cervejas preferidas, em comemoracao a seu aniversário. Pesquisei várias receitas, até chegar nessa, do Edu Guedes, com quem nao tenho muita familiaridade, mas que me pareceram perfeitas para o fim a que se destinavam. Só acrescentei bacon esmigalhado. A massa fica perfeita, e assam rapidamente. Tenha apenas o cuidado de mantê-los em pote bem tampado

01 xícara (chá) de queijo parmesao ralado grosso
02 xícaras (chá) de farinha de trigo
02 colheres (sopa) de bacon frito, sequinho e esmigalhado grosseiramente
01 xícara (chá) de manteiga sem sal
02 gemas (usei 03)
Amêndoas e queijo ralado para polvilhar

Misture todos os ingredientes, menos os que serao usados para polvilhar. Forme uma bola, coloque num saco plástico e leve ao refrigerador por 01 hora.
Preaqueca o forno em fogo baixo. Corte a massa no formato preferido, salpique a cobertura e leve ao forno por 15 minutos. Nao precisa untar a assadeira.

[clique para ampliar]

OBS.: você pode misturar à massa nozes, castanha de caju, gergelim, linhaca. O mesmo vale para polvilhar.
A massa é muito maleável, abri sem usar o rolo. Se preferir fazê-lo, polvilhe a superfície e o rolo com farinha de trigo antes de empregar, do contrário a massa gruda. Trabalhe rapidamente, enquanto ela estiver gelada.


Batatas Recheadas com Queijo e Bacon

 [clique para ampliar]

10 batatas de tamanho médio
04 colheres (sopa) de cream cheese
1/2 pacote de queijo ralado
10 fatias grossas de queijo minas
05 fatias de bacon
Pimenta-do-reino a gosto
Manteiga ou margarina
Azeite para untar a forma

[clique para ampliar]

Ferva 2 litros de água, com sal a gosto, numa panela larga. Coloque aí as batatas inteiras e sem a casca, e cozinhe até ficarem macias, mas ainda firmes. Escorra a água e reserve.
Coloque o cream cheese numa tigelinha, polvilhe a pimenta-do-reino e 01 colher (sopa) de queijo ralado até obter uma mistura homogênea.
Pique o bacon, e leve ao fogo em frigideira antiaderente, até ficarem crocantes. Escorra totalmente o óleo que se formou, e reserve.
Forre uma assadeira com papel alumínio, e unte com azeite. Preaqueca o forno.
Corte cada batata ao meio, no sentido do comprimento. Passe a mistura de cream cheese, coloque 01 fatia do queijo minas, cubra com a outra metade de batata, e espete um palito em cada, para que nao abram. Coloque de maneira uniforme na assadeira. Sobre cada batata, passe um pouco de manteiga, polvilhe queijo ralado e o bacon frito. Leve ao forno até que dourem. Sirva imediatamente, com carne e salada.